Como ligar à Rede de Esgoto?

Rede de esgoto

  • Como fazer
  • Dicas de uso
  • Pedir ligação
  • Para empresa ou indústria

Como fazer a ligação de esgoto

Para ter um imóvel interligado à rede de esgoto da Copasa, o primeiro passo é consultar a Companhia para saber se o sistema está disponível na sua rua e se o seu imóvel tem as condições necessárias para fazer a conexão.

Se a sua rua já possuir infraestrutura de esgoto, então o próximo passo é construir um ramal interno de esgoto no interior do imóvel, seguindo o passo a passo disponível no site da Copasa.

Esse ramal interno é o conjunto de tubulações internas do imóvel responsáveis pela coleta do esgoto e encaminhamento às redes públicas da Copasa. Ele inclui também a caixa de gordura e a caixa de inspeção, também chamada de caixa de passagem. 

A caixa de gordura recebe a água da pia e retém toda a gordura das vasilhas e dos alimentos. Assim, não permite que a gordura vá para a rede e cause entupimento e mau cheiro no seu imóvel. Já a caixa de inspeção recebe a água do tanque, do banheiro e da caixa de gordura, e também permite a limpeza e a manutenção nas tubulações.

ATENÇÃO! A caixa de inspeção nunca deve lançar o esgoto na caixa de gordura.

Além da correta execução do ramal interno, a água da chuva também nunca deve ser ligada à rede de esgoto. Existem diferenças importantes entre as redes e você deve ficar atento na hora de conectar. Quando as duas redes são interligadas, o esgoto vai para a rede pluvial e segue diretamente para a Lagoa da Pampulha, sem qualquer tratamento.

Já quando é a água da chuva que vai para a rede de esgoto, o volume excessivo pode provocar rompimento da rede e até mesmo refluxo, que é quando o esgoto volta para dentro do imóvel. 

Após a construção do ramal interno, a ligação de esgoto pode ser solicitada diretamente à Copasa pelos canais de relacionamento. Mas não se esqueça que a ligação é realizada somente após a vistoria e aprovação do ramal interno pela Copasa.

Por isso, para fazer corretamente a ligação de esgoto residencial ou comercial, é importante estar atento às orientações disponíveis no site da Copasa (www.copasa.com.br).

Qualquer dúvida, fale com a gente em um de nossos canais de relacionamento.

Agência Virtual: copasa.com.br
Whatsapp (31) 99770 7000
Aplicativo Copasa Digital
Ligue 115 ou 0800 0300 115

E para você, empresa ou indústria?

No caso de empresas e indústrias que geram efluente não doméstico, caracterizado como sendo aquele que difere do gerado nas residências, em quantidade ou qualidade, a Copasa possui o Programa PRECEND.

O Programa de Recebimento e Controle de Efluentes Não Domésticos foi criado pela Copasa para monitorar, controlar e regulamentar, como uma alternativa ambientalmente adequada, os efluentes líquidos (esgoto) não domésticos recebidos na rede coletora de esgotos. 

Dentre os principais objetivos do programa estão: 

  • Reduzir os riscos operacionais do sistema de esgoto;
  • Assegurar a integridade das tubulações da rede coletora de esgotos evitando corrosões, incrustações e/ou obstruções provenientes do lançamento dos efluentes não domésticos;
  • Não permitir o lançamento de efluentes que possam desequilibrar o tratamento de esgoto das Estações de Tratamento (ETE)

Dicas de uso correto da rede de esgoto

Não jogue lixo nas redes de esgoto

Absorventes, fraldas descartáveis, cigarros, cabelo e  fio dental não devem ser jogados no vaso sanitário. Jogar lixo nas nas redes de esgoto compromete o funcionamento do sistema e pode causar o entupimento e, consequentemente, do extravasamento de esgoto nas ruas e avenidas da cidade. 

Em alguns casos, o lançamento de lixo nas redes de esgoto pode causar até mesmo o  rompimento das redes da Companhia, abatimento de valas, e até mesmo o refluxo nas residências, que é quando o esgoto volta para dentro dos imóveis.

Use ralinho na pia da cozinha

Use sempre um ralinho na pia da cozinha para impedir que restos de comida cheguem às redes de esgoto. Também não se deve despejar óleo na pia da cozinha pois essas práticas podem causar o entupimento e, consequentemente, do extravasamento de esgoto  nas ruas e avenidas da cidade. 

Em alguns casos, o lançamento de lixo nas redes de esgoto pode causar até mesmo o  rompimento das redes da Companhia, abatimento de valas, e até mesmo o refluxo nas residências, que é quando o esgoto volta para dentro dos imóveis.

Água de chuva e esgoto não se misturam

Não direcione a água da chuva para a rede de esgoto porque isso eleva consideravelmente a vazão de água nas redes da Copasa, que não estão dimensionadas para esse volume e pode causar extravasamento de esgoto em ruas e avenidas e, até mesmo o refluxo nas residências, que é quando o esgoto volta para dentro dos imóveis.

Não interligue rede de esgoto na rede de água da chuva

Também não direcione o esgoto de sua residência para as redes de drenagem pluvial da prefeitura porque elas não são preparadas para isso e encaminham toda água diretamente para a Lagoa da Pampulha, sem qualquer tipo de tratamento – o que acaba causando a poluição das águas e do meio ambiente

Fique de olho na caixa de gordura

A caixa de gordura exige um cuidado especial. Por isso, verifique-a mensalmente e, se houver uma camada de gordura boiando, retire e coloque em um saco plástico e jogue no lixo. Assim, você evita o entupimento das redes de esgoto, bem como o risco de transbordamento e mau cheiro.

Mais dicas simples de bom uso das redes de esgoto